My Project Life - Janeiro 2018

Pois é assim, depois de muito tempo, decidi voltar a postar minhas páginas de PL aqui no blog. Venho fazendo desde 2014, mostrei por um tempo, mas depois continuei fazendo sem mostrar, em grande parte pela preguiça de fotografar, e também por um certo medo de me expor. Afinal, enquanto minhas páginas de scrap tradicional são mais uma brincadeira craft do que qualquer outra coisa, o PL tem tudo a ver com contar as histórias da vida da gente. Mas como eu tenho achado esse tipo de scrap-narrativa muito mais estimulante do que o tradicional, vou experimentar dividi-lo um pouco mais com quem visita o blog.
Depois de quase desistir ou tentar reduzir meu formato de PL este ano, acabei me inscrevendo em um workshop da Ali Edwards, Storytelling with Project Life; isso me deu um gás extra pra não desistir de algo que me encanta tanto, e de ainda me aventurar a voltar a fazer em base quinzenal.
Como os dias das férias de janeiro são sempre muito repetitivos quando não viajamos, optei por fazer um spread mensal pra janeiro e deixar para começar os quinzenais a partir de fevereiro.
Dá pra perceber que, no PL, eu faço páginas bem mais simples do que no scrap -- e acho que é assim que tem que ser mesmo. Mais fácil se concentrar em escrever as historinhas e menos em enfeitá-las.
Aí em cima está o spread, feito com o Core Kit Midnight da Becky e alguns acréscimos aqui de casa.





E aqui a primeira página: nesse mês, o Ivan fez um curso de mergulho e nos surpreendeu com a tranquilidade com que lidou com tudo. Então enquanto o pai babão acompanhava na piscina, a mãe babona fotografou, hehe. Enfeitinhos legais dessa página: mini-etiquetas da Simple Stories, washi tapes preta e laranja nos cards de journalling e carimbo de peixinho October Afternoon (a finada). Ah, e a minha favorita é a nuvenzinha de acrílico que já não lembro de onde veio.


Aqui na segunda página tem mais histórias, dessa incluindo séries e cinema que estamos curtindo (acho legal colocar esse tipo de coisa, além de músicas e filmes -- depois de um tempo, é gostoso olhar o álbum e ver o que estávamos ouvindo, vendo ou lendo). Adesivo grande de mandala da Amy Tangerine, carimbo de câmera do Tim Holtz, carimbinhos Storytime by Ali Edwards.



Minha nuvenzinha picuca de novo pra fechar, só pra dizer que fiz as gotinhas com caneta Sharpie direto na foto. Uma coisinha fofa que usei pra falar de algo que me deixa triste, fazendo um álbum que me deixa feliz. A vida não é mesmo agridoce?

Logo mais volto com a primeira quinzena de fevereiro!

Beijos,

Bi Medeiros

Comentários