Páginas

3 de junho de 2016

No túnel do tempo

Nesses dias, o Ivan me "entrevistou" para uma atividade da escola, e uma das perguntas era, se eu pudesse, qual brinquedo eu levaria do momento presente para a minha infância. Sem titubear, escolhi um brinquedo de gente grande: a câmera digital. Porque eu não imagino maior deleite que poder usufruir de uma capacidade quase ilimitada de tirar fotos, sem depender de filmes, revelação, podendo alterar as imagens... Sou muito grata por meu pai sempre ter sido um grande fã da fotografia e termos várias fotos de infância para curtir, mas pensar nessa possibilidade tecnológica que temos hoje em dia poder ter sido usada lá atrás no passado... ah, me deixa arrepiada.
Celebrando essa noção maluca, deixo aqui uma página atual, feita com uma foto do Ivan com 1 ano. Adoro o fato de poder imprimir, recortar, alterar essa foto o quanto eu quiser.
É o meu brinquedo que nunca se acaba.




Beijocas,

Bi Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário