Páginas

29 de agosto de 2013

Tintas no fundo: aquarela com sal!

Hoje deixo aqui uma pequena dica para as malucas que gostam de sujar as mãos, estragar o esmalte e lambuzar o papel de fundo: usar aquarela e espalhar sal por cima. O efeito é bacana, ficam essas manchinhas que vocês enxergam principalmente do lado esquerdo da minha página. O sal repele e tinta, e o segredo é jogá-lo sobre a tinta quando ela está úmida (sem estar empoçada, apenas úmida "brilhando"). Depois da tinta secar basta dar umas batidinhas para que o sal caia.
Essa página super colorida , além do fundo aquarelado, foi feita com papéis, adesivos e die-cuts Crate Paper, da coleção On Trend.

Uia só a flor de crochê, eu que fiz! Ando prendada, só falta aprender a fritar ovo!

Detalhes: aquarela, washi tape, lantejoulas e camadas.

Para fazer estas bordinhas: stencil de bolinhas com carimbeira Distress amarela, costura à máquina, adesivo de borda com adesivinhos de chipboard dourados, e carimbos de borda de chevron para arrematar.

E também botões e embellishments de madeira.

Muito bom brincar de jardim de infância com cores, isso é um privilégio terapêutico de gente grande que faz artesanato: adoro!


Beijos e bom scrap,

Bi Medeiros

28 de agosto de 2013

Página para aula - Cerrado Papelaria

Oi pessoal! 
Passando por aqui para postar essa página, feita para aula de mixed-media na Cerrado Papelaria da Vanessa Guazzelli, aqui em Sorocaba.
Dar aulas presenciais de scrapbook é uma atividade que faz com que a gente procure sintonizar o que consideramos ser um trabalho bonito e interessante com o gosto e as expectativas dos alunos, o que nem sempre é fácil. Com essa página especialmente, acho que consegui atingir esse equilíbrio: foi um grande prazer concebê-la  e ensiná-la. 
A técnica do fundo foi usar carimbos com emboss a quente na cor branca, depois aplicar o mist rosa e complementar com os carimbos menores em azul. Fica um background delicado, que valoriza as partes recortadas em papel estampado sem se sobrepor a elas.
Os papéis são da Bo Bunny e a barra de margaridas foi feita com um furador Martha Stewart.

Aqui detalhes das camadas de enfeites: tem chipboard, feltro, die-cuts...


Beijos por hoje,

Bi Medeiros






25 de agosto de 2013

Para as crianças: safári fotográfico

Bom dia, gente! Nesse domingão de sol, trago para vocês uma página bem simples, feita com muito aproveitamento de restos de papel e com uma ideia de atividade fotográfica para fazer com as crianças: um safári fotográfico. 
Na ocasião, levei o Ivan ao Parque Chico Mendes aqui em Sorocaba, cada um de nós com uma câmera na mão, e saímos procurando coisas interessantes para fotografar. Adorei ver como ele se divertiu com essa proposta: ele curtiu muito aprender a usar a função de macrofotografia para tirar fotos dos insetos e das flores. 
Mas mané que é mané sempre faz sua manezada, como parar para fotografar as formigas de pé em cima do formigueiro, daí a foto em close do pezinho dele cheio de pícadas, coitado!
Em meio às fotografias, fomos parando para que ele brincasse o playground, o que acabou rendendo muitas poses bonitas para o meu scrap também. Recomendo muito esse barato de safári fotográfico, mamães!

Fiz as flores plissadas usando restos de papel e as folhas são desenhos meus, escaneados e impressos sobre papel de scrap (fica muito legal!).

Aqui detalhes das camadas de papel: tem Studio Calico, Fancy Pants, Toke e Crie, My Little Shoebox - criar camadas é um ótimo jeito de aproveitar os restos de papel e valorizar a página, proporcionando volume e graça.

Para enfeitar o fundo, respingos de tinta spray, carimbos e enamel dots.


Bom domingo para todos, bom scrap e boas fotos,


Bi Medeiros

19 de agosto de 2013

A mania do verão


Sabe verão, aquela estação do ano que agora parece apenas um sonho bom, com calor, piscina, bermuda, etc.? Então, aqui está uma página que prova que essa estação já existiu e ainda vai voltar, com suas diversões e curtições especiais. Aqui nas fotos tem o Ivan e o Fabio jogando peteca, que foi a paixão do Ivan nesses dias. Até ele pegar o jeito, eu e o Fabio ficamos catando muita peteca no chão, mas depois o desempenho melhorou e saíram uns joguinhos maneiros!

Fiz um design bem livre, encaixando papéis e sobras, com os papéis lindos da Dear Lizzy - 5th & Frolic - uma das coleções mais lindas que essa moça Lizzy Katchner já criou, amei!


Para enfeitar, algumas flores, botões com glitter, carimbos mini...


E costura manual e cordões tipo 'baker's twine" de várias cores.

Isso aí então, boa semana e bom scrap pra todos nós,


Bi Medeiros

15 de agosto de 2013

Papéis de paisagem - como lidar?

Hoje vou falar um pouquinho sobre aqueles papéis que são um cenário pronto, que geralmente acabamos picotando inteiros com nossas tesouras e "remontando" a nosso gosto para criar uma ou mais páginas. Afinal, esse é nosso primeiro instinto, sair recortando tudo na maior alegria! Mas... e se mudarmos a proposta e usarmos o papel inteiro, sem recortá-lo, como um fundo para a página? Essa é a ideia desse episódio da Glitter Girl, Shimelle Laine, que criou 2 páginas lindas com essa proposta de não "mutilar" o papel de fundo. Achei super interessante e resolvi tentar, e o resultado foi esse layout bem colorido e divertido que vocês estão vendo aqui. O papel de fundo é da Studio Calico, criado pelos designers da Sassafras Lass: um papel bem diferente, um cenário meio abstrato formado por colagens.

Eu já vinha prestando atenção a designers que trabalhavam o papel dessa maneira, como a Amy Tangerine, que usou esse mesmo papel de fundo para fazer um layout muito leve e com um dos textos mais engraçados que já encontrei: 


E também a Adliz Jamile, que aproveitou muito bem o belo papel de texto, arco-íris e namorados da coleção Life is Good (2012/Scrapdiary/by Marcela Branco) para fazer um layout romântico:




O meu layout conta a história de um dia de muita chuva no Rio de Janeiro e do que acabamos fazendo para entreter as crianças, grandes e pequenas: jogar! Todo mundo junto, muito gostoso, como as fotos comprovam. Aqui um detalhe das casinhas de chipboard da Maya Road, que pintei com glimmer mist.

Fiz o miolo das flores com essas rosquinhas de acrílico azul que achei por acaso em um armarinho aqui perto de casa: adoro esses achados que dão um impacto diferente nas páginas!

Fica lindão, né?


Então por hoje fica a dica de aproveitar os papéis de paisagem de um jeito diferente.

Super beijos e bom scrap,


Bi Medeiros

8 de agosto de 2013

Azulzinho com Kiss Day By Day

Eu adoro fazer páginas com fundos neutros, mas se precisar escolher alguma cor, seriam amarelo ou azul. E esse tom de azul da folha do Kiss Day By Day é meu favorito, então juntei com uma das minhas fotos favoritas do Ivan (cheia de azul também) e saiu uma página bem fofa.
Aqui eu falo sobre memória: sobre como as primeiras memórias de acontecimentos da nossa infância se perdem na nossa mente, mas graças às fotos podemos registrá-las e contar para nossos filhos as histórias das coisas que eles fizeram e não se lembram mais. Essa foto é do Ivan no portão de entrada da Disneylândia, com três aninhos e bem mais louro do que agora.

Esta doily marrom foi cortada na Silhouette e o relógio é um recorte de papel da Scrapdiary. Usei botões, catavento e outros círculos grandes e pequenos para dar movimento e um ar bem divertido ao projeto.


E passa o tempo e a pessoa não se cansa de botar confetti na página, que cousaaa.... Uma mistura bem legal de confetti: enfeitinhos de madeira Studio Calico, enammel dots (esse coloridos brilhantes) e mini soizinhos feitos com furador em papel marrom.


Beijos e bom scrap, com as fotos sempre ajudando quando a memória falha,

Bi Medeiros

6 de agosto de 2013

Lembranças da Praia Grande

Uma das coisas que mais me encantam no scrap é a possibilidade de trabalhar com fotos antigas e contar histórias de infância, de adolescência, de como as pessoas que amamos eram naquela época... Às vezes, quando estou sem inspiração, basta fuçar na caixa de fotos antigas para logo encontrar aquela faísca criativa e produzir uma página gostosa.
Nessas fotos, eu tinha 7 anos e me diverti à beça no mar e catando conchinhas na Praia Grande, que era ainda pouco urbanizada. 

Essas nuvens foram feitas com gabarito de costura de Amy Tangerine, uma delícia de usar.

Detalhe da flor linda da Magnolia e dos adesivos transparentes combinados com washi tape: muitas texturas diferentes para incrementar a página. As folhinhas brancas são printables da Marcela Branco.

E fiz bolinhas com caneta corretiva formando uma borda para a foto.


Beijos por hoje,


Bi Medeiros